FANDOM


(Literatura)
(Outros Livros Solos)
Linha 74: Linha 74:
   
 
*[[Ficheiro:Capa_suzy.jpg|thumb|Código dos Mares]][[Código dos Mares - Os Contos do Tempo]], ed. Literata, 2013
 
*[[Ficheiro:Capa_suzy.jpg|thumb|Código dos Mares]][[Código dos Mares - Os Contos do Tempo]], ed. Literata, 2013
*[[ Démodé| Démodé]], ed. Literata, 2014
+
*[[ Démodé| Démodée]], ed. Literata, 2014
  +
*Démodée. ed. ELLA, 2019
  +
*Deserters, independente comic book, 2016 (lançamento no México)
   
 
*[[HQ Código dos Mares]], ed.Literata, 2014
 
*[[HQ Código dos Mares]], ed.Literata, 2014
Linha 85: Linha 85:
 
Com amplo foco em unir a Literatura e a Tecnologia, atualmente cursa superior em <span style="mso-spacerun: yes;"> </span>Tecnologias Digitais, na Universidade de Caxias do Sul e busca desenvolver projetos na área de Roteiro, Realidade Virtual/Aumentada, Inteligência Artificial, Computação Gráfica no geral e Jogos Eletrônicos.
 
Com amplo foco em unir a Literatura e a Tecnologia, atualmente cursa superior em <span style="mso-spacerun: yes;"> </span>Tecnologias Digitais, na Universidade de Caxias do Sul e busca desenvolver projetos na área de Roteiro, Realidade Virtual/Aumentada, Inteligência Artificial, Computação Gráfica no geral e Jogos Eletrônicos.
 
Em 2006, participou como co-roteirista do projeto : "Vídeos Perdidos", baseado nas obras de C.C Gordi.
 
Em 2006, participou como co-roteirista do projeto : "Vídeos Perdidos", baseado nas obras de C.C Gordi.
Em 2014, está previsto o lançamento de sua primeira exposição interativa chamada ARTec.
+
Em 2020, está previsto o lançamento de sua primeira exposição interativa chamada ARTec.
   
   
Linha 93: Linha 93:
 
Em 2013, Suzy M. Hekamiah foi a responsável por começar a organizar a Semana do Livro Nacional em Caxias do Sul, tendo como ajuda o revisor e funcionário público Samuri Pezzi. O evento que visa estreitar os laços da comunidade com autores nacionais, teve a participação de mais de cem pessoas na primeira edição que foi realizada no dia 27 de julho de 2013 no espaço Zarabatana Café no Centro de Cultura Ordovás.
 
Em 2013, Suzy M. Hekamiah foi a responsável por começar a organizar a Semana do Livro Nacional em Caxias do Sul, tendo como ajuda o revisor e funcionário público Samuri Pezzi. O evento que visa estreitar os laços da comunidade com autores nacionais, teve a participação de mais de cem pessoas na primeira edição que foi realizada no dia 27 de julho de 2013 no espaço Zarabatana Café no Centro de Cultura Ordovás.
 
Para 2014, o evento conta com a atual comissão organização. Suzy M. Hekamiah, Samuri Pezzi e Grece Martinelli.
 
Para 2014, o evento conta com a atual comissão organização. Suzy M. Hekamiah, Samuri Pezzi e Grece Martinelli.
  +
  +
Suzy Hekamiah também participou do evento Café Poético em Caxias do Sul e escreve semanalmente para o portal O Segredo ( o maior portal de textos reflexivos em língua Portuguesa) e para o jornal Tribuna Liberal de Sumaré, São Paulo.
  +
  +
Em 2018 ganhou o prêmio Troféu Literatura no Rio de Janeiro na categoria Literatura Fantástica.
 
[[Categoria:Escritores]]
 
[[Categoria:Escritores]]
 
[[Categoria:Escritores Brasileiros]]
 
[[Categoria:Escritores Brasileiros]]

Edição das 18h29min de 8 de Abril de 2019

DSC00168

Suzy Hekamiah

Suzy M. Hekamiah é escritora, roteirista e artista digital, na indústria de entretenimento,  nascida em Caxias do Sul -RS

Biografia

Suzy M. Hekamiah tem como sua maior satisfação a criação de personagens. Aos cinco anos se apaixonou pela criação de histórias e a arte de mexer com o imaginário das pessoas e de si mesma. Filmes e desenhos animados eram suas principais companhias, principalmentes produções baseadas nas obras do mestre Stephen King e os clássicos da Disney. Desde jovem descobriu o poder da Arte de causa emoções fortes às pessoas e se apaixonou por isso. E como toda criança, tinha seus amigos imaginários na qual os mantêm até hoje, sem ter vergonha de admitir. Suzy é alguém que possui um eterno espírito escapista e busca levar novas energias e perspectivas às pessoas através da Arte. Com o passar do tempo, o gosto por ações artísticas acabou se associando com a escrita por causa da escola, em virtude da boa educação de Língua Portuguesa e Literatura. No ensino fundamental, seus recreios quase sempre foram na biblioteca e a facilidade com as letras começava a ser explorada por causa disso. Com 10 anos, escreveu seus primeiros roteiros para peças e poemas em determinados trabalhos escolares. Em casa, como muitas meninas, possuía um diário, onde procurava distrair seu cotidiano criando personagens e escrevendo mensagens; Algumas vezes eram frases, poemas ou pequenos textos perdidos na "Terra do Nunca". Com 13 anos, a profissão "escritor" ganhou uma maior notoriedade quando sua professora de Língua Portuguesa, na época, disse que ela se tornaria uma escritora, após ler uma de suas redações onde a  personagem em 1ª pessoa criada por Suzy, era uma soldado refugiada após uma guerra no Oriente Médio.  A partir daquele dia, a jovem autora percebeu que criar personagens e colocar suas emoções na Arte, não seria apenas um hobby, mas adotaria como profissão. As palmas e empolgação de seus colegas, naquele episódio, alimentaram a sua vontade de levar Literatura às pessoas. Ainda por causa de suas outras paixões, como:  Cinema (tanto de animação, quanto no geral) e Games, confirmou a  si mesma, que não importaria a área e ainda por ser bem visual e observadora, investiria seus estudos para poder criar personagens em outros campos artísticos. A autora ainda trabalhou em outras empresas antes de dedicar-se integralmente às Artes. Seu primeiro emprego foi como repórter no Jornal O Tempo Todo em 2009, depois trabalhou na Prefeitura de Caxias do Sul durante um ano como Técnica em Informática e logo após seguiu para outras empresas de TI, onde ficou pouco tempo como aprendiz de programação web. Por fim, trabalhou no setor audiovisual de uma IES e como roteirista da Fast Vídeo Produtora em Caxias do Sul.

Literatura

Poemas foram suas primeiras válvulas de escape e hoje possui um acervo de mais de 2000 poesias, a quantidade significa apenas uma explosão de emoções. Contudo, Suzy não escreve apenas um tipo de texto; contos, romances, roteiros e prosas, também estão em seu currículo. Em 2005, a jovem autora começou a ter ideias mais consistentes para os seus primeiros romances e ir atrás de editoras buscando informações de como poderia publicar seus escritos. Enquanto preparava seus projetos para apresentação, algumas de suas primeiras ideias foram arquivadas e remodeladas. Em 2007, com apenas 16 anos, começou a frequentar a Academia Caxiense de Letras para aprender mais sobre o mercado literário e conhecer outros autores. Na mesma época, criou sua página pessoal na internet onde passou a publicar alguns textos e poesias, divulgando-os em fóruns literários. E foi em um desses fóruns, em 2009, que ficou sabendo de concursos de contos para antologias. A primeira seleção que participou foi para a antologia O Grimoire dos Vampiros da Ed. Literata de Praia Grande-SP, na qual os dois contos que enviou para análise foram publicados. São eles: O Pianista e Vinhos de Outono. O lançamento da estreia de Suzy como profissional na Literatura ocorreu no dia 27 de fevereiro em 2010, na Biblioteca Viriato Correa de Literatura Fantástica em São Paulo - SP. O dia de estreia de Suzy M. Hekamiah,  com O Grimoire dos Vampiros, no mercado editorial também foi a estreia do primeiro lançamento da Editora Literata e um ano depois foi uma das autoras convidadas para integrar o time do livro "Insanas...Elas Matam", na qual foi a inauguração de outra editora no mercado literário, a editora Estronho. Desde então, publica contos de literatura fantástica e poemas em várias antologias, atualmente são mais de duas dezenas de partições literárias. Além de frequentar diversos eventos, palestras e lançamentos literários. Os volumes com participações são:

  • Bandeira Negra; Ed. Multifoco, 2011, contos: A Fúria de Hália  A Lenda de Otto Wald;
  • Lendas Urbanas; Ed. Llyr, conto: O Diário da IlhaPublicação a ser definida
  • Lar (poema); Publicação a ser definida
  • Mundos; Ed. Buriti, 2014, conto: A Obra é do TempoPublicação em 2014

Publicação do primeiro livro solo

Em 2012, Suzy recebeu o convite para publicar sua primeira obra pela Editora Literata. Depois de apresentar seu projeto à editora, ouviu do editor que sempre foi um sonho publicar um livro solo dela, em virtude de não apenas conhecer sua escrita e dedicação com a Literatura, mas pela participação em diversos eventos pelo Brasil. O livro infanto-juvenil "Código dos Mares - Os Contos do Tempo" teve lançamento na Jornada Literária de Passo Fundo - RS no dia 31 de agosto de 2013 e seguiu em turnê na Bienal do Rio de Janeiro de 2 a 5 de setembro. No mesmo ano a autora participou das feiras do livro de Caxias do Sul, Gramado, Pelotas, Nova Roma do Sul  - RS e outros eventos como palestras em escolas e livrarias de Fortaleza - CEm na Jedicon em São Paulo e na Semana Literária da Universidade de Caxias do Sul.


Outros Livros Solos


Audiovisual e Roteiros

Desde 2004, faz cursos com especialidade para Jogos e Animações, direção e roteiro.   Com amplo foco em unir a Literatura e a Tecnologia, atualmente cursa superior em  Tecnologias Digitais, na Universidade de Caxias do Sul e busca desenvolver projetos na área de Roteiro, Realidade Virtual/Aumentada, Inteligência Artificial, Computação Gráfica no geral e Jogos Eletrônicos. Em 2006, participou como co-roteirista do projeto : "Vídeos Perdidos", baseado nas obras de C.C Gordi. Em 2020, está previsto o lançamento de sua primeira exposição interativa chamada ARTec.


Outros

Em 2013, Suzy M. Hekamiah foi a responsável por começar a organizar a Semana do Livro Nacional em Caxias do Sul, tendo como ajuda o revisor e funcionário público Samuri Pezzi. O evento que visa estreitar os laços da comunidade com autores nacionais, teve a participação de mais de cem pessoas na primeira edição que foi realizada no dia 27 de julho de 2013 no espaço Zarabatana Café no Centro de Cultura Ordovás. Para 2014, o evento conta com a atual comissão organização. Suzy M. Hekamiah, Samuri Pezzi e Grece Martinelli.

Suzy Hekamiah também participou do evento Café Poético em Caxias do Sul e escreve semanalmente para o portal O Segredo ( o maior portal de textos reflexivos em língua Portuguesa) e para o jornal Tribuna Liberal de Sumaré, São Paulo.

Em 2018 ganhou o prêmio Troféu Literatura no Rio de Janeiro na categoria Literatura Fantástica.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.